Informativo Tubometal

TUBOS DE AÇO ESPECIAIS - OVAIS

TUBOS DE AÇO ESPECIAIS – OVAIS

 

Existem obras e projetos especiais, que também exigem produtos especiais e diferenciados; Nestas horas você pode contar com a Tubometal, pois temos uma trefiladora de tubos de aço, com equipamentos de última geração capazes de transformar qualquer tubo de aço com medidas normais, no desenho exatamente igual ao seu projeto.

Consulte-nos e mostre seu projeto.

 

Aplicações dos tubos de aço especiais – Ovais

Devido ao seu design diferenciado, dá acabamento e bom gosto à projetos de construção civil, móveis, na fabricação de equipamentos para academia indústria automobilística, etc.

 Like

TUBOS DE AÇO ESPECIAIS - OBLONGOS

Tubos-de-Aço-Especiais-–-Oblongos.jpgExistem obras e projetos especiais, que também exigem produtos especiais e diferenciados; Nestas horas você pode contar com a Tubometal, pois temos uma trefiladora de tubos de aço, com equipamentos de última geração capazes de transformar qualquer tubo de aço com medidas normais, no desenho exatamente igual ao seu projeto.

Consulte-nos e mostre seu projeto.

 

Aplicações dos tubos de aço especiais – Oblongos

Devido ao seu design diferenciado, dá acabamento e bom gosto à projetos de construção civil, móveis, na fabricação de equipamentos para academia indústria automobilística, etc

 1

TUBOS DE AÇO DIN 2440

 

Tubos-de-Aço-DIN-2440

DIN – Deutsches Institut fur Normung – Instituto Alemão de Normalização Similar à norma Brasileira NBR 5580. Esta norma estabelece os requisitos exigidos para a fabricação e fornecimento de tubos de aço Carbono, com ou sem revestimento protetor de zinco. Tubos de aço Carbono de seção circular, com ou sem costura. Todos os tubos de aço Carbono classificados nesta norma são submetidos à ensaios de pressão hidrostática. Aplicações de tubos de aço DIN 2440: Tubo de aço Carbono de seção circular, com ou sem costura, normalmente utilizados na condução de fluídos não corrosivos. Usados na condução de água, gás, vapor e outros fluídos não corrosivos.

 1

Tubos de Aço Galvanizados

TUBOS DE AÇO GALVANIZADOS –

Basicamente tubos de aço Galvanizados são aqueles que passam pelo processo de zincagem do aço (revestimento visando sua proteção contra a corrosão). São dois processos de galvanização (a imersão à quente e eletrolítica à frio), sendo que : Os benefícios da zincagem são: Resistência à corrosão; Aderência à pintura; Facilidade na Soldagem; “À quente”, significa feito pelo processo a fogo por imersão num tanque com Zinco fundido, recebendo galvanização por dentro e por fora de forma uniforme dando maior acabamento aos Tubos de Aço. Esse processo, é o mais indicado para tubos com maior exposição ao tempo e também proporcionam maior proteção ao metal base e “A frio” Eletrolítica pelo processo de eletrogalvanização com a finalidade de proteger os tubos da corrosão atmosférica. A eletricidade é a matéria prima para essa zincagem porque facilita a aderência da zincagem na parte externa dos tubos. Essa zincagem é encontrada em eletrodomésticos da linha branca pois além da proteção e resistência facilita a aderência da pintura.

 

.Tubos de Aço Galvanizados

 1

TUBOS DE AÇO PRETOS

 

Devido às suas características cuja superfície é de cor escura, formada pelo óxido de ferro durante o processo de fabricação, são chamados de Tubos de Aço Pretos.

Basicamente é feito de aço não galvanizado.

Para o transporte de líquidos e gases os tubos de aço Pretos e tubos de Aço Galvanizados são os mais usados.

 

Aplicações dos tubos de aço Pretos:

Os tubos de aço Pretos são amplamente aplicados para usos comuns de água, gás, ar e vapor.

Muito usados na distribuição de gás dentro e fora de casa, e para a circulação de água quente em sistemas de calderaria.

Outros usos comuns são:

Indústria de perfuração de água (poços artesianos), gás e esgoto.

Outro segmento que utiliza muito os tubos de aço Pretos é o petrolífero.

 1

TUBOS DE AÇO METALON

Tubos de Aço Metalon

São chamados de Tubos de Aço Metalon os tubos de aço carbono quadrados ou retangulares com costura.

Uma grande característica dos tubos de aço Metalon é que são resistentes à umidade e não são corrosivos.

 

Aplicações dos Tubos de Aço Metalon:

São muito usados na indústria em geral, mas também tem grande destaque na indústria da construção civil, serralherias, indústrias de móveis, portões residenciais, comerciais e industriais, grades residenciais, etc.

 1

Etapas de Fabricação do Aço

 

O aço é produzido, basicamente, a partir de minério de ferro, carvão e cal. A fabricação do aço pode ser dividida em quatro etapas: preparação da carga, redução, refino e laminação.

1. Preparação da carga

Grande parte do minério de ferro (finos) é aglomerada utilizando-se cal e finos de coque.
O produto resultante é chamado de sinter.
O carvão é processado na coqueria e transforma-se em coque.

2. Redução

Essas matérias-primas, agora preparadas, são carregadas no alto forno.
Oxigênio aquecido a uma temperatura de 1000ºC é soprado pela parte de baixo do alto forno.
O carvão, em contato com o oxigênio, produz calor que funde a carga metálica e dá início ao processo de redução do minério de ferro em um metal líquido: o ferro-gusa.
O gusa é uma liga de ferro e carbono com um teor de carbono muito elevado.

3. Refino

Aciarias a oxigênio ou elétricas são utilizadas para transformar o gusa líquido ou sólido e a sucata de ferro e aço em aço líquido.
Nessa etapa parte do carbono contido no gusa é removido juntamente com impurezas.
A maior parte do aço líquido é solidificada em equipamentos de lingotamento contínuo para produzir semi-acabados, lingotes e blocos.

4. Laminação

Os semi-acabados, lingotes e blocos são processados por equipamentos chamados laminadores e transformados em uma grande variedade de produtos siderúrgicos, cuja nomenclatura depende de sua forma e/ou composição química.

 1

Como classificam-se as Usinas de Aço?

 

No mundo inteiro as Usinas de Aço são classificadas de acordo com seu processo produtivo, ou seja, qual o grau de envolvimento na fabricação do aço.

As indústrias que realizam as três fases do processo produtivo (redução, refino e laminação) são classificadas como Integradas. 

As Usinas que realizam apenas duas fases do processo (refino e laminação) são classificadas como Semi-integradas.  Estas usinas partem de ferro gusa, ferro esponja ou sucata metálica adquiridas de terceiros para transformá-los em aço em aciarias elétricas e sua posterior laminação.

Temos outra sub classificação das Usinas de aço, que são em função dos produtos fabricados por estas Usinas, a saber:

– De semi-acabados (placas, blocos e tarugos)
– De planos aços carbono (chapas e bobinas)
– De planos aços especiais / ligados (chapas e bobinas)
– De longos aços carbono (barras, perfis, fio máquina, vergalhões, arames e tubos sem costura)
– De longos aços especiais / ligados (barras, fio-máquina, arames e tubos sem costura)
– Existem ainda unidades produtoras chamadas de não integradas, que operam apenas uma fase do processo: processamento (laminação ou trefilas) ou redução.

Laminação

Estão os relaminadores, geralmente de placas e tarugos, adquiridos de usinas integradas ou semi-integradas e os que relaminam material sucatado.

No mercado produtor operam ainda unidades de pequeno porte que se dedicam exclusivamente a produzir aço para fundições.

Trefilação

São as trefilarias, unidades que dispõem apenas de trefilas, em que produtores de arames e barras utilizam o fio-máquina como matéria prima.

Redução

São os produtores de ferro gusa, os chamados guseiros, que têm como característica comum o emprego de carvão vegetal em altos fornos para redução do minério, mas que se trata de atividade industrial distinta.

De acordo com a CNAE / IBGE (instrumento de padronização nacional dos códigos de atividade econômica do país), a Metalurgia é uma divisão da seção das Indústrias de Transformação. É nessa atividade econômica que ocorre a conversão de minérios ferrosos e não-ferrosos em produtos metalúrgicos e produtos intermediários do processo.

A Siderurgia, setor no qual ocorre a fabricação do aço em forma de semi-acabados, laminados, relaminados, trefilados e tubos sem costura, é classificada como um grupo específico na divisão de metalurgia, seção na qual estão inseridas outras atividades correlatas. Dentro da metalurgia, os produtores independentes de gusa e de ferro-ligas compõem outro grupo.

 1

Processo siderúrgico da confecção do Aço

 

Para a confecção do aço é usada uma liga de ferro e carbono. O ferro é abundantemente achado na natureza, fortemente associado ao oxigênio e à sílica. O minério de ferro é um óxido de ferro, misturado com areia fina.

O carbono é também relativamente abundante na natureza e pode ser encontrado sob diversas formas. Na siderurgia, usa-se carvão mineral, e em alguns casos, o carvão vegetal.

O carvão exerce duplo papel na fabricação do aço. Como combustível, permite alcançar altas temperaturas (cerca de 1.500º Celsius) necessárias à fusão do minério. Como redutor, associa-se ao oxigênio que se desprende do minério com a alta temperatura, deixando livre o ferro. O processo de remoção do oxigênio do ferro para ligar-se ao carbono chama-se redução e ocorre dentro de um equipamento chamado alto forno.

Antes de serem levados ao alto forno, o minério e o carvão são previamente preparados para melhoria do rendimento e economia do processo. O minério é transformado em pelotas e o carvão é destilado, para obtenção do coque, dele se obtendo ainda subprodutos carboquímicos.

No processo de redução, o ferro se liquefaz e é chamado de ferro gusa ou ferro de primeira fusão. Impurezas como calcário, sílica etc. formam a escória, que é matéria-prima para a fabricação de cimento.

A etapa seguinte do processo é o refino. O ferro gusa é levado para a aciaria, ainda em estado líquido, para ser transformado em aço, mediante queima de impurezas e adições. O refino do aço se faz em fornos a oxigênio ou elétricos.

Finalmente, a terceira fase clássica do processo de fabricação do aço é a laminação. O aço, em processo de solidificação, é deformado mecanicamente e transformado em produtos siderúrgicos utilizados pela indústria de transformação, como chapas grossas e finas, bobinas, vergalhões, arames, perfilados, barras etc.

Com a evolução da tecnologia, as fases de redução, refino e laminação estão sendo reduzidas no tempo, assegurando maior velocidade na produção.

 Like

Tubos de Aço Schedule

 

Os tubos de aço Schedule são muito utilizados para a condução de fluídos de baixa temperatura e pressão, já os tubos de aço sem costura obedecem normas para atender o transporte  de fluídos de alta pressão e temperatura.

Os tubos de aço Schedule sempre seguem normas de qualidade e eficiência.

Consulte um de nossos vendedores técnicos e saiba mais detalhes sobre os tubos de Aço Schedule.

A Tubometal oferece tubos de aço Schedule com e sem costura, galvanizados.

 

As principais entidades normalizadoras do mundo são:

ASTM – American Society for Testing and Materials

DIN – Deustaches Institute for Normuns

AISI – American Institute of Steel and Iron

API – American Petroleum Institute

SAE – Society of Automotive Engineers

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas

 1
TUBOMETAL
MENU
Ligue: 2914-5677 | 2915-7055 | 2914-4304 | 2914-8373 | 2914-2220 | 2914-3549 - Se preferir, encaminhe um e-mail para vendas@tubometal.com.br
Hello. Add your message here.